5 dicas para um planejamento de rota

Antes do caminhão da sua frota sair do CD – Centro de Distribuição e pegar a estrada é preciso planejamento, uma vez que você não quer surpresas que podem gerar prejuízo financeiro. Ocorre que imprevistos acontecem, mas muitos podem ser evitados com uma logística bem estruturada.

Para um eficiente planejamento de rota, listamos algumas dicas que vão elevar o grau de organização e melhorar a logística. Pois a rota vai muito além de ter uma origem, um destino e uma mercadoria a entregar

1 – Melhor trajeto + Plano B

O melhor trajeto dever ser traçado levando em consideração fatores como índices de violência, infraestrutura das estradas, imprevistos e prazos.

Já o plano B nos remete a próxima dica:

O monitoramento de rotas. Pois assim, é possível saber em tempo real a necessidade de se usar o plano alternativo.

Eventualidades como acidentes nas estradas e enchentes são apenas algumas situações que podem prejudicar a efetividade do cumprimento de rota, a satisfação dos clientes e até levar a perda do negócio.

2 – Monitoramento de rotas em tempo real

O rastreamento de veículo OpenSat é uma importante ferramenta que auxilia na logística das empresas.

É uma tecnologia que permite monitoramento tem tempo real, 24 horas por dia. Tanto que independe se sua empresa é uma frota de motos, carros, ônibus ou caminhões por exemplo, o rastreamento vai trazer muitos benefícios, listamos alguns:

  • Controle de qualidade dos serviços;
  • Proteção contra Roubo/Furto ou sequestro de veículos;
  • Zelar pela segurança dos motoristas;
  • Status do transporte e muito mais.

O monitoramento permite verificar se o motorista está cumprindo o planejamento de rota, para o eficiente cumprimento dos prazos, de acordo com as políticas da empresa, e em respeito às leis de trânsito. Assim, sua empresa pode entregar muito mais que um produto ou serviço, pode entregar valor para o cliente.

3 – Manutenção preventiva

De nada vai adiantar estipular prazos curtos que poderão não ser cumpridos caso o veículo de pane motor ou tenha os pneus furados por exemplo. Por isso a manutenção preventiva é uma peça fundamental do processo.

Esse tipo de manutenção busca prever possíveis defeitos, devendo a manutenção ser regular para se obter um resultado efetivo.

O primeiro passo é criar um checklist – Lista de verificação. Veja alguns itens que não podem faltar na lista.

 

  • Sistema elétrico;
  • Tanque de combustível;
  • Sulcos dos pneus;
  • Ruídos irregulares;
  • Km da última revisão;
  • Óleo, entre outros.

4 – Restrições de entrega para os clientes

Principalmente quando se fala em comércio entre empresas é necessário ficar atento as restrições especificadas pelo cliente, afim deixar o processo mais eficiente e econômico. Muitas empresas têm restrição em relação ao horário de recebimento de mercadorias.

Normalmente um mesmo caminhão faz entrega para mais de uma empresa em determinada região. Sendo assim, conhecidas as restrições é possível priorizar as entregas aumentando a produtividade.

5 – Utilizar os relatórios de monitoramento para otimizar o planejamento de rotas

Esse é um resultado de controle, que deve ser usado para melhorar constantemente o processo logístico. Os rastreadores de veículos ajudam no cumprimento de prazos, redução no consumo de combustíveis, menos despesas com o pagamento de horas extras, aumento da produtividade.

 

Conheça mais sobre os serviços OpenSat, seja uma empresa ou um particular, nós temos a melhor solução para você. Temos mais de 36 pontos de instalações em todo o Brasil.

Fale conosco aqui. Ou fale com um de nossos consultores – ligue (21) 2413 3949.

 

Compartilhar:

Opensat