Roubo de carros bate recorde no RJ

O primeiro semestre de 2018 registou dois recordes negativos nas estatísticas criminais no Rio de Janeiro. Isso porque, pela segunda vez, um mês teve o maior número de carros roubados desde 2003. Em março, foram 5.358 veículos roubados no estado, o maior número já registrado desse tipo delito no Estado do Rio. Os dados foram coletados e divulgados pelo do Instituto de Segurança Pública do Rio.

Somente no  primeiro trimestre de 2018 foram 15.436 casos de roubo a carros, soma que se aproxima do total do ano de 2011, quando 18.773 pessoas foram vítimas desse crime. Já em 2017, no mesmo trimestre, foram 13.494 registros.

Em março foram registrados 11.232 roubos de rua, o maior registro do período desde 2003. O índice significa um aumento de 20% em relação ao mesmo mês de 2017. Situação semelhante e muito preocupante ocorre com o roubo de cargas. Desde dezembro de 2017, o registro desse delito vinha caindo, mas, em março voltou a subir, com 917 casos – índice superior a qualquer outro mês de março dos anos anteriores.

De acordo com o levantamento do Instituto de Segurança Pública, um carro é levado por criminosos a cada oito minutos. A Avenida Brasil é a via onde mais se registram assaltos.

Roubo de Carros:

  • 20% dos carros roubados foram recuperados nos arredores do Complexo do Chapadão
  • Pior hora: entre 19h e 23h
  • Ações aos domingos

Áreas mais perigosas

  • São Gonçalo, na Região Metropolitana
  • Belford Roxo e São João de Meriti, na Baixada Fluminense
  • Zona Norte da cidade do Rio

Como efeito do aumento desse tipo de crime, nas redes sociais, grupos de troca de informação e avisos sobre veículos roubados se multiplicam. Elas buscam ajudar os proprietários a encontrarem os seus veículos ou denunciarem um roubo. É o caso das páginas no Facebook ‘Carros roubados e abandonados na Baixada Fluminense’ e ‘Carros roubados no Rio’.

Fonte: Jornal O Dia e G1

Compartilhar:

Nathália Emerick